sobre_gn_1.png

Estabelecimentos devem iniciar o consumo de gás natural em 120 dias

 

Na última semana, a Compagas fechou contrato com mais três estabelecimentos comerciais. Todos os clientes estão instalados na capital paranaense. O Empório Dona Nayme, localizado no bairro Água Verde, utilizará o gás natural para a cocção de alimentos.

Eduardo Caetano Dantas é o proprietário de uma casa tombada pelo patrimônio histórico que abriga três restaurantes no bairro Rebouças. O contrato firmado diretamente com o responsável pelo local viabilizará o fornecimento de gás natural para uso nos restaurantes.

A Panificadora Pote de Mel também utilizará o gás natural para a cocção de alimentos. O estabelecimento está instalado no Centro de Curitiba. Os três estabelecimentos devem iniciar o consumo em um prazo de 120 dias. 

 

Para o segmento comercial, o gás natural oferece segurança e economia com praticidade. Com o fornecimento contínuo, não há acúmulo de combustível nem a necessidade do reabastecimento periódico. Além disso, a chama limpa não deixa resíduos nos equipamentos, o que diminui as despesas com manutenção. O pagamento após o consumo também é um dos atributos.