comercial2.png

Gás Natural Veicular chega a render 50% mais e ainda garante desconto no IPVA dos veículos

 

(Curitiba, novembro de 2016) O efeito da redução do preço da gasolina nas refinarias da Petrobras ainda não foi notado pelos consumidores paranaenses e o Gás Natural Veicular (GNV) continua sendo a opção mais competitiva. A economia para quem abastece com GNV chega a quase 50% e os motoristas ainda tem desconto no IPVA. Para os carros movidos a gás natural o custo do imposto é de 1% sobre o valor do veículo, perante os 3,5% do valor sobre os veículos movidos a gasolina e/ou etanol.

 

A Petrobras anunciou no início do mês a redução do preço da gasolina em 3,2% nas refinarias, mas o desconto não chegou até as bombas e, se chegar, o percentual não deve ser o mesmo já que o valor final é uma decisão individual de cada posto. De acordo com o sistema de levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio* do litro da gasolina para o consumidor paranaense é de R$ 3,65, enquanto o metro cúbico do GNV tem preço médio de R$ 2,45 no Estado. Com o rendimento previsto (13,2 quilômetros por metro cúbico de gás natural e 10,7 quilômetros por litro de gasolina), para rodar 100 quilômetros com o GNV, o motorista gasta cerca de R$ 18,56, enquanto que com a gasolina o custo é de aproximadamente R$ 34,11.

O gerente da Companhia Paranaense de Gás (Compagas), Mauro Melara, comenta que nesta época do ano, os motoristas costumam aproveitar o 13º salário para converter seus veículos para o GNV e economizar ainda mais em 2016, aproveitando o desconto no IPVA. “O preço da instalação do kit GNV varia de R$ 3 mil a R$ 4 mil, e para quem roda cerca de 4.000 km no mês, por exemplo, o tempo de retorno do investimento é, em média, de 5 meses”, explica Melara, destacando que essas contas podem ser feitas no Simulador de Economia no site Compagas: http://compagas.com.br/simulador-de-economia-gnv

Concessionária responsável pela distribuição do gás natural no Paraná, a Compagas conta com 36 postos revendedores de GNV, nas cidades de Curitiba, Campo Largo, Colombo, Paranaguá, Pinhais, Ponta Grossa e São José dos Pinhais, e um em Londrina comercializa o gás fornecido pela GasLocal. São mais de 33 mil veículos que já utilizam o gás natural no estado e 19 oficinas credenciadas pelo INMETRO para efetuar a conversão.

 

(*) Pesquisa na ANP emitida em 25/10