sobre_gn_1.png

Empresas estão instaladas em Araucária, Campo Largo e Ponta Grossa

 

Quatro indústrias, três instaladas em municípios da Região Metropolitana de Curitiba e uma em Ponta Grossa, iniciaram o uso de gás natural. As empresas JMR Cerâmica, EB3, Alsco e Omya do Brasil são os novos clientes industriais da Compagas e juntas devem consumir mais de 110 mil m³ de gás natural por mês.

A JMR Cerâmica, instalada no município de Campo Largo, é uma empresa do segmento cerâmico, que atua na produção de peças e personalização em vidro, cerâmica e porcelana. O gás natural será utilizado nos fornos no processo de produção e o consumo está estimado em 85 m³/dia.

Em Araucária, a EB3 é uma empresa especializada na produção de fitas de borda, um material comumente utilizado na marcenaria para conferir qualidade ao produto final. Na empresa, o consumo está estimado em 170 m³/dia de gás para a produção das peças no processo de impregnação.

Também em Araucária, a Alsco Toalheiro Brasil, empresa do setor de lavanderia industrial, com fornecimento de uniformes, toalhas e equipamentos de proteção individual (EPI), passou a utilizar o gás natural, principalmente no processo de secagem. O consumo estimado da planta é de 550 m³ por dia.

Em Ponta Grossa, a Omya do Brasil pode chegar ao consumo de 2.900 m³/dia de gás natural. A Omya é líder na produção de minerais industriais – principalmente de cargas e pigmentos derivados de carbonato de cálcio e dolomita – e distribui as especialidades químicas mundialmente. A unidade de Ponta Grossa foi projetada para atender as indústrias de papel da região. Após uma expansão, a fábrica começou a produzir produtos secos que foram usados ​​pelas indústrias de tintas, agricultura e construção.

Com estes novos consumidores, a Compagas soma mais de 190 indústrias que consomem o gás natural para os mais diversos fins industriais, como matéria-prima, para cogeração e geração de energia elétrica. Juntas, estas empresas consomem cerca de 1 milhão de m³ diários de gás natural. Entre as vantagens do uso do combustível para o setor industrial estão os benefícios relevantes para o meio ambiente, pois sua queima produz baixa emissão de poluentes, já que a combustão é mais limpa e eficiente, além de ser uma fonte de energia segura, versátil e econômica. Como o gás natural não deixa resíduos, também há uma diminuição do custo operacional com manutenção de máquinas, transporte e armazenamento de combustível.