sobre_cpg_1.png

Distribuidora paranaense aumentou o volume de gás distribuído no estado e as indústrias apontam retomada da atividade

 

Em momento de ascensão, a indústria paranaense consolidou seu protagonismo em 2019. Com um crescimento de 5,7% em relação ao ano anterior, conforme dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o estado foi o de melhor desempenho no país. O gás natural canalizado, insumo de grande importância para o setor, teve uma alta considerável puxada por esse movimento: a Compagas (Companhia Paranaense de Gás) aumentou a sua distribuição em 20% neste mesmo período – em 2019 o volume de gás distribuído no Paraná alcançou a média anual de 1,4 milhões de m³/dia.

 

“O mérito é da economia e da infraestrutura que o Paraná proporciona”, afirma Rafael Lamastra, diretor-presidente da Compagas. Do volume total distribuído pela Companhia, 85% foram destinados à indústria. Dentre as que iniciaram o consumo em 2019 estão a Copo do Brasil, a Rochesa, a Isogama e a BO Paper.

 

Além do incremento na distribuição, mais consumidores passaram a contar com o gás canalizado. No período foram ligados mais de 3,3 mil novos clientes e para manter o ritmo de crescimento, a Compagas investiu R$ 14 milhões em obras de ampliação e de integridade de rede. “Crescemos 8% em número de clientes e alcançamos mais de 47 mil unidades nos segmentos residencial, comercial, veicular e industrial – público este que queremos gerar maior produtividade em 2020”, afirma Lamastra. “Neste ano, nosso objetivo é otimizar os investimentos já realizados, mas também investir em estudos para a expansão como forma de promover o desenvolvimento e ampliar a participação do gás natural na matriz energética”, diz.