sobre_cpg_1.png

 

Chamada pública assegura à distribuidora paranaense o fornecimento de gás, até 2023, para mais de 95% dos seus 47 mil clientes

 

A Compagas (Companhia Paranaense de Gás) assegurou, nesta semana, a repactuação de contrato com a Petrobras para o fornecimento de gás natural canalizado a seus clientes. O contrato, agora vigente até dezembro de 2023, é fruto da Chamada Pública Coordenada de Suprimento – processo realizado pelas concessionárias que atuam nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste atendidas pelo Gasoduto Bolívia-Brasil (GASBOL) em busca de condições mais competitivas de suprimento - e assegurará o fornecimento, no período, para mais de 95% dos 47 mil clientes da distribuidora paranaense.

 

“Por meio da chamada pública, conseguimos melhorar as condições do suprimento e assegurá-las, ao Paraná, por um prazo ainda maior. Assim, podemos proporcionar ao consumidor final um serviço eficiente e de qualidade”, afirma Rafael Lamastra, Diretor-Presidente da Compagas. “Paralelamente a isso, a Compagas segue avançando na tratativa com outros supridores, buscando otimizar e ampliar o portfólio de suprimento para o estado”.

 

Em volume, a repactuação com a Petrobras permitirá um fornecimento de cerca de 900 mil m³/dia para os anos de 2020 e 2021 e de cerca de 350 mil m³/dia para 2022 e 2023. “O contrato foi negociado de forma a manter uma janela de oportunidade para a contratação futura de gás junto a outros supridores, uma vez que consideramos que só a entrada de novos players no setor irá promover a efetiva abertura do mercado de gás e a criação de uma nova dinâmica de competição para o segmento”, explica Lamastra.

 

Esta ação é mais uma entre as medidas adotadas pela Compagas com o objetivo de proporcionar segurança ao empresariado quanto às condições e disponibilidade do suprimento de gás canalizado para sustentar o aumento da atividade industrial do Paraná.