sobre_cpg_1.png

 

Soluções aplicadas trouxeram ganhos econômicos, além de maior confiabilidade, agilidade e segurança no tratamento de dados e informações relacionadas ao consumidor.

 

A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) desenvolveu, no último ano, uma série de ações com o objetivo de melhorar os processos que envolvem a supervisão e o monitoramento da rede de distribuição de gás natural, a programação de consumo e o trabalho de medição e leitura. Os projetos implantados estão vinculados a desafios pré-existentes e como resultado trouxeram ganhos econômicos, e principalmente, maior confiabilidade, agilidade e segurança no tratamento de dados e informações relacionadas ao consumidor e ao próprio faturamento da Companhia.

Com o desafio de ter o acompanhamento real das condições de fornecimento de gás, a Compagas desenvolveu e implantou o Sistema Supervisório. Seu principal objetivo é possibilitar uma visão global da rede de distribuição, visto que os equipamentos que fornecem os dados ao sistema estão implantados em pontos estratégicos e cobrem mais de 93% do volume total distribuído. Em cada ponto monitorado, o sistema acompanha dados de consumo, pressão, nível de bateria, válvulas, temperatura e níveis de odoração de gás. O modelo também permite a visualização de gráficos dinâmicos e históricos de cada dado armazenado.

 “O sistema Supervisório inovou a operação da rede de distribuição da Compagas. Com a tecnologia dos smartphones, a tendência é de migração para um controle distribuído e foi isso que utilizamos. Todos os usuários que precisam estar conectados ou necessitam de informações podem acessar o sistema de qualquer lugar, o que facilita a operação e dá ganhos de eficiência e agilidade para toda a equipe”, comenta o gerente de Operações da Compagas, Glaucio Antonio Weigert. Para a implantação do Sistema Supervisório, a Compagas já investiu cerca de R$ 4,5 milhões, sendo que a instalação de todos os pontos mapeados foi finalizada no primeiro semestre de 2021.

O monitoramento do fornecimento via Sistema Supervisório está disponível também a clientes da Compagas. Os maiores usuários da rede de distribuição de gás natural que contam com o sistema em suas estações de medição e redução de pressão (EMRP) conseguem, também pelo celular, acessar as informações disponíveis no sistema. A expectativa da companhia é de que, em breve, possa oferecer a possibilidade do uso da interface para a programação do consumo de gás.

 

Inteligência artificial

 O segundo desafio da Compagas estava ligado à programação diária do consumo de gás. A Companhia precisa informar ao supridor (Petrobras) diariamente, até as 11h, qual será o volume de gás a ser utilizado no dia. Quando essa informação é enviada, há pelo menos 13 horas de consumo pela frente pelos clientes da companhia e um erro na programação pode penalizar a empresa. Para atender a essa necessidade, a companhia criou o Morgen, que prevê os volumes da Compagas ao captar o histórico de volume do city gate (período passado até o momento presente) e, com o uso de técnicas de machine learning e inteligência artificial, constrói um modelo matemático capaz de fazer uma previsão do volume futuro.

 “Com a implantação do Morgen, que está integrado ao Sistema Supervisório, a Compagas conquistou uma maior visão da operação da sua rede, dos seus consumidores e ampliou a captação de dados em tempo real, o que contribuiu para uma maior assertividade na programação e uma economia de até 80% com as penalidades contratuais por erro de dados”, afirma Rafael Rodrigo Longo, diretor técnico-comercial da Compagas.

 

Otimização de processos

Mas a Compagas tinha mais um desafio a resolver: melhorar a rotina de leitura de consumo para os clientes industriais, que correspondem a mais de 90% do faturamento da empresa. Esse processo estava consideravelmente defasado - era realizado em formulários de papel e equipamentos já sem suporte.

Para tanto, foi desenvolvido um aplicativo de leitura industrial, disponível para smartphones e moldado de acordo com os requisitos específicos dos processos de leitura da Compagas. O app, de uso exclusivo da Companhia, permite a leitura tanto dos equipamentos que possuem conversor de volume quanto dos que não o têm. Os dados são enviados em tempo real para o Sistema de Gestão de Medição (SGM) da Compagas, que agrega todas as informações de consumo dos clientes industriais.

“O aplicativo permitiu uma otimização considerável em todo o nosso processo de leitura dos clientes industriais, que antes dependiam de equipamentos defasados, dificultando muito os processos de manutenção. O envio das informações em tempo real do app para o nosso SGM se mostrou essencial para uma redução considerável nos processos de faturamento e validação dos dados. Vale ressaltar, ainda, que o investimento no aplicativo se pagou em menos de um ano com a melhoria e agilidade do processo de leitura”, pontua Carlos José Jorge Massucci Netto, Coordenador de Medição, Controle e Programação da Compagas.

Para a implantação destes projetos, a Compagas contou com os conhecimentos técnicos de sua equipe ligada à área de Operações e de Tecnologia da Informação, além de empresas contratadas, como a Syspro Quality e a FLM Tecnologia.

 

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho do nosso site e oferecer uma experiência de navegação mais personalizada. Se você continuar a navegar neste site ou fechar esta mensagem sem modificar as definições do seu navegador, os cookies continuarão ativos. Saiba mais sobre cookies e como alterar as configurações do seu computador, acessando nosso Termo de Privacidade.