industrial2.png

Notícias

Mais 48 apartamentos utilizarão gás natural em Curitiba

 

Nas primeiras semanas do mês, os Edifícios Villaggio e Solar Ouro Preto assinaram os contratos de fornecimento de gás natural. A Compagas, passará a atender, no total, mais 48 apartamentos dos condomínios que estão localizados nos bairros Portão e Bigorrilho, em Curitiba.

Nos empreendimentos, o gás natural será utilizado para cocção, nos fogões, e aquecimento, e no Solar Ouro Preto a utilização do combustível canalizado se dará também em lareiras. Na área comum do Edifício Villaggio, o combustível estará no salão de festa e na cozinha dos funcionários. Os contratos preveem a medição individual de consumo, ou seja, cada unidade pagará apenas pela sua utilização.

Neogás e Zinconew são os novos clientes no município

 

A Compagas iniciou o fornecimento de gás natural a mais duas empresas instaladas em Ponta Grossa: à Galvânica Zinconew, especializada em serviços de usinagem, tornearia e solda, e à Neogás, pioneira no desenvolvimento de tecnologias para transporte de gás natural comprimido (GNC). As duas empresas estão instaladas no Distrito Industrial do município localizado nos Campos Gerais e já podem contar com o gás natural para suas atividades.

Atualmente, 18 indústrias de Ponta Grossa utilizam o gás natural e juntas, consomem cerca de 45 mil m³/dia, respondendo por 5% do volume comercializado pela Compagas ao segmento industrial no Paraná.

Edifícios estão localizados nos bairros Cristo Rei e Batel

 

Na última semana, a Compagas fechou contrato com mais três condomínios residenciais. Os edifícios São Sebastião, Residencial New Castle e Camaiore estão localizados nos bairros Cristo Rei e Batel e utilizarão o gás natural para cocção, nos fogões, e para aquecimento. No total, serão mais 85 apartamentos com o combustível, em Curitiba. 

Atualmente, a Compagas conta com mais de 26,5 mil residências com o gás natural. Desde o início de 2014, a companhia converteu 36 edifícios, um total de 1,1 mil residências. Entre as facilidades para os condomínios que optam pela troca para o gás natural estão conquista de mais espaço na área comum dos empreendimentos, pois as áreas de estocagem dos cilindros podem ser reaproveitadas, a não necessidade de reabastecimento e trânsito de caminhões na frente dos condomínios, além da maior segurança e do fornecimento contínuo.

Ainda no 1º semestre, a companhia inicia o fornecimento de GNV em Londrina e, até 2017, deve investir R$ 5 milhões em Rolândia

 

(Curitiba, abril de 2015) Prestes a iniciar o fornecimento de Gás Natural Veicular (GNV) em Londrina, a Compagas estará presente na ExpoLondrina 2015 e levará um carro totalmente equipado com KIT GNV ao evento. Técnicos da companhia estarão no local à disposição para tirar dúvidas não só sobre o segmento veicular, mas também quanto ao atendimento industrial e residencial com gás natural. Essa é a primeira vez que a Compagas participa do evento, que está em sua 55ª edição e será realizado entre os dias 9 e 19 de abril, no Parque de Exposições Governador Ney Braga, na zona oeste de Londrina.

Ampliação da rede de gás natural, que contempla as cidades de Ponta Grossa, Carambeí e Castro, receberá investimento de R$ 40 milhões e tem conclusão prevista para 2015

 

 

(Curitiba, abril de 2015) O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), acompanhado dos diretores da Compagas, Fernando Ghignone, Fábio Augusto Norcio e José Roberto Gomes Paes Leme, esteve em Castro nesta terça-feira (7) para vistoriar obras da companhia nos Campos Gerais. A Compagas está investindo neste ano mais de R$ 40 milhões para a conclusão do projeto de ampliação da rede de distribuição de gás natural na região, cujo objetivo é aumentar o atendimento às indústrias locais e atrair novos investidores.