veicular2.png

Notícias

Condomínios residenciais estão localizados em bairros da capital paranaense

 

Na última semana, mais três edifícios de Curitiba fecharam contrato com a Compagas para uso do gás natural. O condomínio Spring Hills, localizado no Água Verde, conta com 20 apartamentos e o combustível será utilizado nos fogões e aquecedores. No bairro Bigorrilho, o edifício Rio Tocantins também fará uso do gás natural para cocção e aquecimento em suas 36 unidades domiciliares. Os dois empreendimentos terão medição individual. No Centro da capital paranaense, 48 apartamentos do edifício Josephina Pinton farão uso do gás nos fogões e a medição será coletiva. Os contratos foram fechados pela Gerência de Vendas Urbano da Compagas.

Com um investimento superior a R$ 23 milhões, o projeto Nordeste Região Metropolitana de Curitiba entra em operação no mês de maio

 

(Curitiba, maio de 2015) A empresa Metalkraft, instalada em Quatro Barras, é o primeiro cliente da Compagas a ser atendido com a rede de distribuição construída no projeto Nordeste Região Metropolitana de Curitiba. Ligando os municípios de Colombo, Quatro Barras, Pinhais e Campina Grande do Sul, o projeto tem conclusão prevista para dezembro de 2015, mas a operação de parte dos 30 km de rede que já estão concluídos foi iniciada no dia 2 de maio. O investimento da Compagas no projeto, superior a R$ 23 milhões, irá permitir, até o fim das obras, a execução de uma linha tronco e de ramais de distribuição de gás natural nas quatro cidades que somam 35 km.

Maringá está nos planos de expansão da companhia

 

(Curitiba, março de 2015) A Companhia Paranaense de Gás (Compagas), concessionária responsável pela distribuição de gás natural no Estado do Paraná, estará presente na Expoingá 2015. Essa é a primeira vez que a companhia participa do evento, que está em sua 43ª edição e será realizado entre os dias 7 e 17 de maio, no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, em Maringá. A Compagas terá um estande e técnicos da companhia estarão no local à disposição para tirar dúvidas sobre os segmentos que podem utilizar o gás natural, como o veicular, o industrial e o residencial.

Volume médio diário comercializado de janeiro a março cresceu 13,78%

 

Com a atual preço dos combustíveis líquidos, o Gás Natural Veicular (GNV) se consolida com um combustível ainda mais vantajoso para os motoristas. Tanto é que a procura pelo GNV cresceu nos primeiros três meses do ano no Paraná. O volume de vendas distribuído pela Compagas ao segmento cresceu 13,78% - a média diária de vendas saltou de 79,6 mil m³/dia em janeiro para 90,6 mil m³/dia em março.

Mais 98 apartamentos e dois estabelecimentos comerciais utilizarão gás natural

 

Nas últimas semanas, mais três edifícios residenciais e dois estabelecimentos comerciais de Curitiba fecharam contrato para uso do gás natural. No segmento residencial, 98 apartamentos dos Edifícios Skyline, Itamaraty e Rio Tocantins farão a migração para o uso do combustível para cocção e aquecimento. Os condomínios estão localizados nos bairros Cristo Rei, Centro e Bigorrilho.

Os estabelecimentos comerciais que fecharam contrato são o Hotel Golden Star e Fevitto Integrais. Localizado no Centro de Curitiba, o Hotel Golden terá o gás natural a partir de agosto para cocção e aquecimento. No mesmo mês, o comércio Fevitto Integrais, no bairro Água Verde, passará a utilizar o combustível no fogão do estabelecimento.

Os contratos foram firmados pela Gerência de Vendas Urbano da Compagas.