sobre_gn_1.png

Notícias

Empresas instaladas nos municípios de Ponta Grossa, Curitiba e Pinhais somam um consumo de mais de 68,7 mil m³ por mês de gás natural

 

Em busca de economia e vantagens competitivas, as indústrias do Paraná, Brauns Bier, Águia Sistemas, Modelo Ferramentaria e Estamparia, Praxair e Bras-Onda, iniciaram o consumo de gás natural fornecido pela Compagas. As empresas instaladas nos municípios de Ponta Grossa, Curitiba e Pinhais serão atendidas pela rede de distribuição da Companhia e somam um consumo de mais de 68,7 mil m³ por mês do combustível canalizado.

No total, serão mais 47 apartamentos com o combustível canalizado na cidade

 

A Compagas fechou contrato com mais quatro empreendimentos residenciais. Os edifícios estão localizados nos bairros Alto da Glória e Água Verde, em Curitiba. No total, serão mais 47 apartamentos que contarão com o combustível canalizado para uso nos fogões, fornos e aquecedores. Os novos consumidores contarão com a fatura individual, na qual cada morador paga apenas pelo seu consumo.

O projeto, que contempla as cidades de Ponta Grossa, Carambeí e Castro, recebeu investimento de R$ 85 milhões

 

(Curitiba, março de 2016) A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) inaugura na quinta-feira (30), a rede de distribuição de gás natural nos Campos Gerais. O evento acontece, às 15h, em Castro (PR) e oficializa o início de fornecimento do combustível canalizado para as empresas Cargill e Evonik. Para o diretor-presidente da Compagas, Fernando Ghignone, este é um marco importante e deve impulsionar o crescimento e o desenvolvimento econômico da região. “O gás natural é um combustível menos poluente e oferece vantagens econômicas e operacionais, além de benefícios competitivos à diferentes segmentos de mercado”.

Entre os novos clientes está o segundo edifício de Ponta Grossa, o Edifício Torres Cézane

 

Na última semana, mais seis empreendimentos residenciais fecharam contrato com a Compagas para uso do gás natural no Paraná. No total, mais 225 unidades domiciliares contarão com o combustível para uso nos fogões, fornos e aquecedores. Numa breve comparação, podemos dizer que mais de 600 pessoas iniciarão o uso do gás canalizado.  Entre os novos clientes contratados está o segundo condomínio residencial de Ponta Grossa, o Edifício Torres Cézane.

A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) tem um novo diretor de administração de finanças. Eduardo Buschle assume o cargo no lugar de Fábio Augusto Nórcio.

Formado em Administração, Contabilidade e Direito, Buschle é pós-graduado em Finanças e Controle, Administração de Finanças, Gerenciamento de Negócios e Gestão Avançada em Finanças. E foi justamente na área financeira que desenvolveu sua carreira, atuando em empresas como a Copava Veículos, a GDP Computadores, a Robert Bosch e até mesmo a Compagas, onde colaborou por 16 anos. Agora, o administrador volta à companhia com o desafio de dar continuidade ao projeto de levar o gás natural a cada vez mais municípios do Paraná.

Fábio Augusto Nórcio ocupou a diretoria de administração e finanças da Compagas entre janeiro de 2012 e março de 2017. Neste período, desempenhou um papel fundamental para o crescimento da companhia, que passou a atender novos clientes, levou o gás natural a mais municípios e ampliou do volume de combustível canalizado. Elementos que influenciaram diretamente o crescimento do faturamento da Compagas ao longo destes anos.

Buschle passa a ocupar a diretoria da empresa ao lado de Theodoros Panagiotis Marcopoulos, diretor técnico-comercial, e de Fernando Ghignone, diretor-presidente da empresa.

 

Compartilhar