sobre_cpg_1.png

Notícias

Compagas iniciará fornecimento em um prazo de 120 dias

 

Nesta semana, a Compagas fechou contrato com um novo estabelecimento comercial. A Altas Horas Pizzaria, instalada no bairro Bigorrilho, em Curitiba, fará uso de gás natural para cocção de alimentos, no fogão. A Compagas prevê iniciar o fornecimento do combustível em um prazo de 120 dias, prazo este para a execução das obras do ramal da rede de distribuição para ligação do estabelecimento.

 

Ativação de novos clientes industriais impulsionou volume de vendas de gás natural para o mercado não térmico

 

(Curitiba, março de 2015) A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) fechou o ano de 2015 com um aumento expressivo no volume de gás natural comercializado para o segmento industrial. Em relação a 2014, registrou-se um crescimento de 48% no uso industrial do combustível, além de aumento de 37% no uso do gás para a cogeração (geração simultânea de calor e eletricidade), de 3% em matéria-prima e de 2% no mercado de geração de energia elétrica em horário de ponta. O crescimento é explicado, principalmente, pela entrada em operação da indústria Araucária Nitrogenados, com consumo médio anual de 441 mil m³/dia. Como resultado direto destes números, houve um incremento de 42% na receita gerada pela venda do gás natural ao mercado não térmico*, em comparação com o ano anterior e o volume comercializado para este mercado atingiu uma alta de 34% em relação a 2014.

Gás natural será utilizado para fins de cocção nos dois estabelecimentos em um prazo de 4 e 6 meses, respectivamente

 

A Compagas conta com mais dois clientes no segmento comercial. A Confeitaria Le Chef, instalada no bairro Juvevê, é referência na produção de doces e bolos na linha de confeitaria natural e utilizará o gás natural nos fogões para o preparo dos alimentos. O contrato assinado na primeira quinzena do mês de março prevê o início de fornecimento para um período de 120 dias.

O Centro de Beleza e Estética Golden Beauty Care também fará utilização do gás natural para a cocção. O estabelecimento está instalado no bairro Batel e o fornecimento do combustível está previsto para acontecer em 180 dias.

Contrato com a empreiteira foi assinado na primeira semana do mês de março

 

(Curitiba, março de 2016) A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) assinou na primeira semana do mês o contrato com a Thompson e Azevedo & Cia Ltda, empresa vencedora de licitação para executar as obras da linha tronco da rede de distribuição de gás natural que irá atender o segmento residencial em Ponta Grossa. Ao longo de 2016, o investimento da Compagas nesse projeto será de mais de R$ 3,4 milhões, para cumprimento das obras da primeira fase. O investimento nessa expansão será de aproximadamente R$ 5 milhões para a construção de 7 km de rede, até 2017.

O início das obras está previsto para o mês de abril e, com este projeto, Ponta Grossa se consolida como a segunda cidade do Paraná a ter abastecimento residencial urbano de gás natural, depois de Curitiba. O fornecimento a partir desta rede para as unidades residenciais está previsto para 2017.

Combustível será utilizado nos fogões, em aquecedores e nas churrasqueiras

 

Mais 89 apartamentos dos Edifícios Gomes Andrade, Guaporé, Andy Wahrol e Chateau Monarc utilizarão o gás natural em fogões, aquecedores e 14 deles contarão com o combustível também na churrasqueira. Os empreendimentos que fecharam o contrato na última semana estão localizados nos bairros Cristo Rei, Água Verde, Bigorrilho e Mercês, na capital paranaense.

 

Compartilhar