sobre_cpg_1.png

Notícias

Empresas estão instaladas nas cidades de São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande e Ponta Grossa

 

Mais três indústrias do Paraná utilizarão o gás natural em seus processos produtivos. Os contratos fechados nesta semana pela Compagas permitirão o fornecimento do gás natural às empresas NGC do Brasil, Princesa do Lar e Metalúrgica DJ Princesa dos Campos.

Gás natural será utilizado para cocção e aquecimento

 

O Country Garden Residence fechou contrato com a Compagas nesta semana e o gás natural será utilizado para cocção em todas as unidades domiciliares e no sistema de aquecimento central. O condomínio conta com 38 apartamentos e está localizado no bairro Cabral, em Curitiba.

Economia é calculada pelo custo por quilômetro rodado na comparação com gasolina e etanol;ante o etanol, GNV é 50%  mais econômico em 12 dos 19 estados que compõe o estudo

O Gás Natural Veicular (GNV) ficou ainda mais competitivo após os reajustes de preços da gasolina e etanol ao longo dos últimos meses. Estudo realizado em novembro pela Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado) aponta que, na comparação com etanol e gasolina, o GNV é uma opção 50% mais econômica em seis dos 19 estados brasileiros que compõem a análise: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Sergipe e Amazonas.

Gás natural será utilizado para cocção e aquecimento

 

Mais um edifício da capital paranaense fechou contrato com a Compagas. O Edifício das Hortênsias fará uso do gás natural para cocção e aquecimento nos apartamentos e nos fogões do salão de festa e da zeladoria. O condomínio localizado no bairro Água Verde contará com a medição individual, onde cada condômino paga pelo seu consumo.

Gás natural será utilizado em mais 176 unidades domiciliares

 

Na última semana, os Morada Régia, Doutor Pedrosa, Nossa Senhora de Fátima e Port de Loviette fecharam contrato com a Compagas e se tornaram os mais novos clientes do segmento residencial. Os condomínios utilizarão o gás natural para a cocção de alimentos e também para aquecimento. No total serão 176 unidades domiciliares com o combustível. Os empreendimentos estão localizados nos bairros Bigorrilho, Batel e Água Verde, todos na capital paranaense.

Compartilhar